O Ladrão Honesto e Outras Histórias – Fiódor Dostoiévski

Menos 2000

Dostoiévski viveu sua primeira glória literária ainda na juventude, época que precedeu sua prisão, em 1849. Em O Ladrão Honesto e Outros Contos, o autor já revela aspectos que influiriam definitivamente no curso da arte literária e antecipa algumas das maiores obras-primas da literatura universal. Fiódor Mikháilovitch Dostoiévski (Moscou, 1821–São Petersburgo, 1881) demonstra interesse pelos livros desde cedo e alcança grande sucesso já em seu romance de estreia, Gente pobre, de 1844. Imediatamente aclamado por Vissarion Bielínski, maior crítico da época, o autor passa a participar dos círculos literários de Moscou. Em 1849, foi preso e condenado à morte por sua participação no Círculo de Petrashevsky, espécie de sociedade secreta de aspirações utópicas e liberais, onde também se discutia literatura. Sua pena foi comutada para trabalhos forçados na Sibéria. Ao retornar do exílio, foi aos poucos reconstruindo sua reputação de grande escritor, consolidada com a publicação dos romances Crime e Castigo, O idiota e Os irmãos Karamázov.